Cultivando a gratidão: Porque damos mais valor e atenção ao que não temos?

Vivemos constantemente numa grande insatisfação. Insatisfeitos com a vida amorosa, com a vida familiar, com o trabalho, o carro, as pessoas a nossa volta, o dinheiro, a saúde, a casa que nunca é suficientemente grande e bonita, etc.

No país em que vivemos onde  o índice de pobreza ainda é bastante considerável, há aqueles que mesmo em boas condições, com uma boa casa, um bom emprego, um carro do ano, ainda se sentem desmotivados e sempre a procura de mais.

Mas isso é explicável, a nossa cultura é voltada para o consumismo, onde o objetivo é convencer as pessoas de que a verdadeira solução para sua tristeza e insatisfação generealizada é comprar algo que ainda não têm, acompanhar a tecnologia, ter tudo do melhor, mais novo e mais caro (e, muitas vezes, nem precisam), em seguida, fazendo-lhes sentir ainda pior se  não podem ou não irão comprá-lo. 

Quem nunca comprou algo só por ser lançamento, para mostrar aos outros que possui determinado objeto, que comprou por determinado preço na loja mais falada e cara? Muita gente está até o pescoço de dívidas mas ainda sim compra carro novo, só para provar para si mesmo e aos outros que pode ter um carro importado, por exemplo, e como acontece com a maioria, acabam por não conseguir pagar ate o final e logo tem que repassar “a dívida”, ou acrescentá-la no caderninho de contas.

Então onde está a gratidão? De agradacer por você ter saúde, por ter um carro bom, uma boa esposa (ou esposo), filhos lindos, saudáveis e maravilhosos, que apesar de todo o trabalho, é fundamental para sua felicidade e crescimento pessoal. A maioria das tradições espirituais defendem insistentemente o valor e a importância de proferir boas palavras, bons pensamentos e o sentimento de gratidão constante, por tudo e por todos.

Não é uma tarefa fácil, mas mesmo que as coisas estejam ruins, ao seu modo de ver as coisas, procure agradecer, mentalizando que é necessário passar por certos momentos para aprendermos a reconhecer e dar valor ao que temos, e pensar que bons ventos estão por vir, sempre! Agradecer ao ar que respira, pois quando lhe falta é que sabe o quanto é vital, pelo seu pai e sua mãe, pois sem eles você nem teria oportunidade de estar vivo agora, aos irmãos, amigos, inimigos, à todas as situações e a tudo o que já possui. Com pensamento assim você só irá atrair coisas boas, se você realmente se sentir grato por tudo.

Essa é a chave pro sucesso para a felicidade, agradecer a tudo e a todos e mudar a energia de seus pensamentos.

Tente! Pratique! Agradeça! E se torne uma pessoa mais feliz com o que já conquistou.

 

Da Redação Anita Mulher

2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *