Desempregadas e, mesmo assim, trabalhando! Veja algumas dicas de como conseguir uma boa renda

O foco nos dias de hoje para se conseguir “viver bem”, é ter um trabalho com carteira assinada e, todos os seus direitos de trabalho. Muitas pessoas, até por falta de conhecimento, educação… acreditam que só há essa maneira de garantir um sustento.

O problema é: “Como conseguir um bom emprego, sem muitas qualificações?” e logo em seguida outro problema: “Como conseguir boas qualificações, se não tenho renda pra investir no meu aprendizado?“.

São dilemas de muitos desempregados. Claro que a falta de emprego, a educação falha, já são outros problemas e, que a sociedade enfrenta a muito tempo. Mas deixando um pouco de lado as causas dos problemas sociais, a maioria das pessoas, culpam o governo por tudo. Quando não culpam as autoridades, culpam a família, os pais que não tiveram condições de lhe proporcionar bons estudos, o vizinho que não ajuda, o marido que não faz nada, o filho que nasceu e terá que ser sustentando, o cachorro que é uma boca a mais pra alimentar, o “rico” que passa na rua e não lhe “dá” dinheiro, enfim, há culpados para todos os problemas.

Mas o que faz a maioria dessas pessoas pensarem que não são responsáveis pelas suas próprias vidas? E que o fato de estarem desempregadas, é culpa dos outros e nunca delas?

Bom… algumas mulheres dão o exemplo de como dar a volta por cima, provando que quando se quer e se tem coragem e dedicação, não é lamentando e jogando as responsabilidades pros outros que vão conseguir mudar a situação. Basta mudar a maneira de pensar e correr atrás que as coisas virão aos poucos, tudo de acordo com sua vontade e se esforço.

Então porque não começar a trabalhar, aprender algo e usar isso a seu favor? Descubra habilidades, se informe, pesquise, pergunte às pessoas, ouça várias opiniões, procure lugares onde há pessoas que ja estiveram na mesma situação que a sua e mudaram, invista cada vez mais em você, há muitas coisas que se pode conseguir sem o dinheiro a princípio, aprenda a cozinhar, a desenhar, a criar com alguém que saiba e que possa lhe ensinar, use o que você sabe fazer, se descubra, desperte seu potencial e nunca se dê por vencido, é uma luta constante pelo conhecimento, amplie-o cada vez mais.

Cássia, 49 anos, desempregada, usou o que mais ela sabia fazer, não teve estudos, tem filhos pra criar, já tentou diversos trabalhos, mas voltou a ficar desempregada. Então, foi quando alguém lhe disse que ela cozinhava muito bem, que ela teve a ideia de trabalhar por conta própria fazendo o que fez a vida toda e nunca tinha se dado conta do quanto aquilo poderia lhe render. Passou a cozinhar para os vizinhos, os funcionários de lojas perto de sua casa, e aos poucos foram surgindos mais interessados. “No começo foi meio difícil, tinha que ter o dinheiro pra comprar os alimentos pra fazer a comida e ainda não havia muitos clientes, mas com um pouquinho de determinação, alguns sacrifícios e ajuda da família e de amigos, hoje eu forneço quentinhas e P.F para a redondeza, e “tô ” feliz. Tenho minha renda, pago a escola dos meus filhos… e ainda peço ajuda da minha vizinha que me leva na internet pra pegar novas receitas, pois estou querendo fazer doces também para vender.” Diz ela.

Assim como Cássia, são vários exemplos que temos de pessoas batalhadoras que tem disposição pra trabalhar. São pessoas que mesmo diante das dificuldades ainda procuram formas de viverem com dignidade e que não param à espera de coisas que caiam do céu.

Dicas de como obter uma renda

São apenas os temas que vou disponibilizar aqui e que você pode pesquisar mais a respeito.

Na categoria aprenda e faça, estarei sempre dando dicas de coisas que você mesmo pode fazer, seja para dar de presente pra alguem ou até mesmo vender e de repente iniciar um bom negócio.

Área de Artesanato:

– Caixinhas em MDF (geralmente você encontra a base da caixinha em vários tamanhos, para pintar, personalizar, etc)

– Caixinhas de papelão ou plástico (que servem como embalagens, para presentes, bombons, aí vai da sua criatividade)

– Biscuit (pode fazer lembrancinhas, ímã de geladeira, ímã para painéis de fotos, bonequinhos, anjinhos, etc.) – Porta Retrato em biscuit

– Arte em balões (decoração de balões, esculturas em balões, arranjos, etc.) – Esculturas em balões

– Decoração em chinelos (com miçangas, fitas, etc) – Chinelos decorados: abuse da criatividade

– Velas aromatizadas com vários formatos e aromas

– Papel (pode-se fazer flores com papel, embalagens, sacolinhas, há vários tipos de papéis com várias texturas e cores, arranjos, etc)

– Sabonetes (perfumados e de vários formatos) – Como fazer sabonete

Há inúmeras áreas no artesanato que você pode pesquisar.

Confecção de bijouterias:

– Criar as próprias bijouterias  – tutoriais de como fazer bijouterias

– Comprar peças já prontas, apenas para montar.

– Revenda (Você pode também conseguir o contato de algum fornecedor, ou lojas que vendam no atacado, pra você revender depois por um preço maior e obter seu lucro.)

Customização de roupas:

– criatividade em recuperar roupas, colocando um acessório ou outro, reformulando a roupa tornando-a reutilizável e na moda.

Crouchê

– bordados em toalhas, lenços, confecção dessas toalhas toda em crouchê, etc)

Culinária:

– Doces, bolos, brigadeiros, docinhos caseiros, sobremesas, tortas, etc).

São muitas áreas e muitas ideias, como eu disse, só citei os temas para que vocês possam se informar melhor e para que sirva como um incentivo.

Dicas de cursos gratuitos a distância do SEBRAE:

Cursos gratuitos pela internet – SEBRAE

DaRedação (contato@anitamulher.com.br)
4 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *