Grávidas podem dirigir e usar o cinto de segurança? Como usar corretamente?

Mulheres grávidas devem tomar cuidado na hora de usar o cinto de segurança. Se usado corretamente ele não causa risco, mas de forma indevida pode causar sim sérios problemas.

Vamos ver as dicas e entender a melhor forma de usar o cinto de segurança e ficar atenta porque nessa fase, todo cuidado é pouco, né?!

Prefira o uso do cinto de três pontos sempre, passando pelo ombro. Encaixe a parte de baixo do cinto abaixo de sua barriga. O cinto deve ficar bem colocado na região pélvica. Ele deve cruzar sua barriga e se posicionar entre os seios. Se incomodar no pescoço, tente mudar a posição do assento para que se encaixe melhor. Nunca use o cinto de baixo por cima da barriga, porque no caso de um acidente, o impacto de uma desacelaração repentina pode afetar a placenta e até causar um descolamento. 

Grávidas e o cinto de segurança - como usar
Grávidas e o cinto de segurança - como usar

O cinto de três pontos é projetado para segurar seu corpo nas partes em que ele é mais resistente, isto é, os ossos. Isso explica por que ele tem de passar em cima dos ossinhos do seu quadril e do esterno, o osso que forma a caixa torácica. No banco traseiro de muitos carros, os cintos de três pontos costumam ficar nas laterais, portanto prefira se sentar nestas posições, em vez de no meio.

Seus ossos, músculos e órgãos, além do líquido amniótico, formam uma barreira para o bebê e ajudam a mantê-lo seguro. A melhor forma de protegê-lo mais ainda é protegendo a você mesma, ou seja, usando o cinto de segurança.

Porém, o ideal é que mesmo as grávidas mais saudáveis evitem a direção a partir da metade da gestação, que é por volta da vigésima semana. “Se dirigir, deixar o banco do carro o mais afastado do volante que puder e não correr, pois um impacto por menor que seja, pode causar sérios problemas, podendo afetar o fundo do útero”, explica o Dr. Sérgio Peixoto, presidente da Comissão de Assistência Pré-Natal da Febrasgo – Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia.

“O cinto deve estar bem ajustado a nível de tórax, fugir do abdominal e ajustar de forma que a gestante não fiquei se chacoalhando dentro do carro”, ensina o especialista.

 

Fontes: horadopasseio.com.br, brasil.babycenter.com

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *