Saiba como ter pernas perfeitas, na medida exata

Um dos maiores inimigos das mulheres, e principalmente das pernas, são aqueles temidos ‘furinhos’ que deixam a pele com a aparência de uma casca de laranja. Se você tem isso, será  preciso eliminar as gorduras localizada.Quem trabalha muito tempo em pé também deve ter cuidado redobrado.O mesmo acontece com quem passa muito tempo sentada. Ambas correm o risco de ter varizes, flebite ou trombose. O uso de salto muito alto por longos períodos de tempo também é desaconselhável, porque dificulta o retorno do sangue venoso na parte inferior da perna.

Quando se trata de cremes anticelulite, a eficácia da fórmula está condicionada ao uso correto do produto e também à mudança de hábitos. Exercícios físicos devem ser incorporados à rotina e a alimentação, é claro, deve ser equilibrada. Outra opção para combater essa vilã é a carboxiterapia. O tratamento, que já teve destaque no blog da Aninha,  consiste em aplicações, no tecido subcutâneo, de pequenas quantidades de dióxido de carbono (CO2) através de injeções com agulhas fininhas, administradas por um aparelho. A carboxiterapia age diretamente nos tecidos e não apresenta toxicidade, pois o CO2 é um gás inodoro, que não provoca alergias. São recomendadas, em média, 10 aplicações. É, para ficar bonita, tem que sofrer um pouquinho. Isso todo mundo sabe…..

Atualmente, as mulheres querem ficar não só com as pernas torneadas, como também com mais massa muscular, querem ganhar músculos nas coxas e panturrilhas. Além da estética, esse aumento de massa pode trazer benefícios para a saúde. Tal proeza requer, porém, disciplina e uma dieta adequada. De acordo com o livro Coma bem, viva bem – Guia de alimentação funcional para saúde, bem-estar e beleza (Editora Clio), escrito pela médica Heloisa Rocha, quando o objetivo é ficar com os músculos das pernas evidentes, o treino com pesos é considerado o estímulo mais eficiente. Mas nem todas as pessoas apresentam os mesmos resultados, já que algumas ganham massa muscular com mais facilidade, principalmente nos membros inferiores. Comprem o livro e aprenda a malhar. Isso também faz bem à saúde.

No entanto, não é preciso ir à academia para tornear as pernas. Simples hábitos podem gerar bons resultados, como, por exemplo, trocar o elevador pela escada. O personal trainer Fabio Santos, do Espírito Santo, elege a corrida e a bicicleta como duas das melhores atividades para as pernas e, o melhor, dispensam o uso de equipamento.

Além de definir a musculatura, os exercícios físicos também favorecem a circulação e previnem o aparecimento de microvarizes e varizes. Elas, de fato, são muito desagradáveis, isso ninguém questiona. Mas, entre os problemas ocasionados por elas, o estético é o menor. As veias dilatadas e tortuosas – avermelhadas ou azuis – causam inchaço, dores, queimação e nos deixam constantemente com a sensação de pernas cansadas. Entretanto, a boa notícia é que a medicina estética propõe soluções cada vez mais eficazes para o problema.

Uma delas é a criosescleroterapia, um procedimento que consiste em injetar, na veia, um líquido esclerosante a 40°C graus negativos, aproximadamente. A baixa temperatura alivia a sensação de dor, ao mesmo tempo que cauteriza tanto os vasos finos quanto as ramificações mais grossas. É o mesmo processo usado na cauterização de manchas na mão e no colo do útero. Ao contrário de algumas aplicações de laser, a criescleroterapia é indicada para todos os tons de pele.

No caso das microvarizes, aqueles pequenos vasinhos que, quando se rompem, deixam a pele com um tom esverdeado, o ideal é recorrer à escleroterapia. Essa técnica consiste em injetar medicamento específico nos vasos, que desaparecem dois ou três dias mais tarde. Repousar, após um dia de atividades intensas, também é bom para quem quer evitar as varizes. E não se esqueça: se as varizes já começaram a se instalar, procure um especialista de sua confiança para tratar logo o problema.

Vanessa Salvador Marietto, consultora em fitness, em SP, da Vila Equilibrio, também relaciona dicas que são úteis para alcançar as pernas dos seus sonhos. Veja abaixo…..É simples, muito fácil…..

Agachamento aberto:

Em pé, pernas afastadas e pés voltados na diagonal. Mantenha sempre a coluna reta e sem arrebitar o bumbum, agache formando um ângulo de 90 graus nos joelhos e descendo sempre com os mesmos em direção à ponta dos pés. Volte à posição inicial e faça 4 séries de 15 repetições.

Agachamento fechado:

Em pé, pernas levemente afastadas mantendo o alinhamento com os ombros e coluna reta, faça um agachamento mantendo os joelhos sempre na direção da ponta dos pés e nunca ultrapassando a ponta dos mesmos, descendo no máximo até a parte anterior da coxa ficar paralela ao chão e volte na posição inicial. Faça 4 séries de 15 repetições.

Anterior da coxa:

Deitada de barriga para cima com os cotovelos apoiados no chão, mantenha uma das pernas flexionadas e a outra estendida, sempre com o pé flexionado e musculatura da perna firme, suba até chegar na altura do outro joelho e desça devagar voltando à posição inicial. Faça 4 séries de 20 repetições.

Posterior das pernas:

Em pé, utilizando um degrau ou soleira da porta, mantenha uma das pernas livres, porém com o pé sempre flexionado e a musculatura firme, traga o calcanhar até próximo do glúteo e desça devagar até estendê-la novamente. Faça 4 séries de 15 a 20 repetições alternando-as a cada série.

Panturrilhas:

Em pé, pernas unidas e utilizando o degrau ou soleira da porta, você pode ou não utilizar caneleiras. Suba e desça na ponta dos pés sempre devagar. Faça 4 séries de 30 repetições.

Panturrilha unilateral:

Em pé, só que agora apoiada apenas em uma das pernas, suba o máximo que conseguir e desça o calcanhar por completo. Pode utilizar caneleira ou não. Faça 3 séries de 25 alternado as pernas.

Adutores:

Deitada de lado, mantenha o tronco elevado com o apoio do braço, flexione e apóie a perna que está por cima e mantenha a debaixo estendida a 45 graus do tronco, deixando sempre a musculatura firme e pé flexionado. Eleve a perna forçando sempre o calcanhar em direção ao teto e desça sem encostar a mesma no chão. Faça 4 séries de 20 repetições utilizando caneleiras.

fonte aninhacamelo

Matérias relacionadas