Tipos de abortos espontâneos na gestação

O termo aborto natural é usado pelas organizações de saúde, tal termo é denominado assim para não causar impacto nas pessoas leigas do assunto.
Existem vários tipos de abortos que podem acontecer por uma série de motivos, que está obviamente está relacionado à condição de saúde da gestante.

Veja agora algumas situações de aborto que podem ocorrer na gestação:

Ameaça: neste caso a mulher passa por sangramento vaginal, isso acontece nos primeiros meses de gestação, o sangramento na maioria das vezes é leve e junto pode ocorrer dores nas costas e cãibras, mas como o próprio nome diz, esses sintomas só são uma ameaça, pois o colo do útero continua fechada e sua gestação ainda está segura, muitas mulheres depois dessa situação retomam sua gravidez com sucesso.

Inevitável: esse tipo de aborto ocorre quando a mulher passa por sangramento vaginal acompanhado de dores no abdômen ou e também nas costas, nesse caso o aborto natural realmente pode acontecer, pois o útero se dilata e algumas membranas do mesmo podem ser rompidas, indicando que o aborto está acontecendo.

Incompleto: nesse caso parte do aborto natural acontece, ele é incompleto porque são deixados no útero alguns produtos da fecundação. Os sintomas ocorrentes ao aborto natural incompleto são fortes dores abdominais e um sangramento mais grave em relação a outros abortos, uma ultra-sonografia vai determinar se existe algum material da gestação restante dentro do útero.

Completo: o aborto natural completo se dá pela expulsão de todos os elementos da concepção, que são feto e placenta, os sintomas desse aborto são semelhantes aos do incompleto, mas são passageiros, pois desaparecem super rápido, depois que os tecidos são expulsos, uma ultra sonografia também deverá indicar que nada restou no ventre.

Despercebido: De certa forma esse casos são aqueles que a mulher nem nota que o aborto aconteceu, nessa situação o embrião morre, mas o corpo da mulher não libera os tecidos, os únicos sintomas desse aborto são iguais aos da gestação, são náuseas, aumento de peso e , o sensibilidades nos seios.

Esse tipo de aborto só é percebido quando a paciente vai ao médico e ele verifica que não há mais batimentos cardíacos do feto.

Recorrente: esse tipo de aborto acontece em pouca escala, pois apenas 1% das mulheres passam por três ou mais aborto nos primeiros messes de gestação.

Séptico: Esse é um dos mais graves, pois além de acontecer de fato o aborto o risco de saúde da mãe é colocado em risco, pois ela nessa situação ela pode até morrer. O aborto natural séptico acontece devido a abortos como completo e incompletos, ou seja, a pessoa que já sofreu um desses dois abortos, está exposta a ter um aborto séptico, a morte pode acontecer porque depois do aborto natural, alguns ou até mesmo todos os tecidos da gestação se infectam e assim acabam infectando o útero também, os principais sintomas são sangramento vaginal, arrepios, febre, cheiro desagradável exaustão, entre outros.

fonte: mulhersexofragil

4 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *