Uso da cadeirinha para crianças em veículos será obrigatória a partir de setembro

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou a lei que obriga o uso de cadeirinha para crianças com menos de 10 anos nos veículos e entrará em vigor no Brasil a partir de 1º de setembro de 2010, e não mais em junho, em virtude da falta dos produtos no mercado.

Segundo a Lei, crianças de até 1 ano têm de ser levadas em um bebê-conforto; de 1 a 4 anos, em cadeirinha infantil; de 4 a 7 anos e meio, com uso de assento de elevação (booster); e a partir dessa idade aos 10 anos, no banco traseiro, com cinto de segurança.

O uso de cadeirinhas em veículos diminui em 70% o número de vítimas em acidentes de trânsito. Para quem descumprir as regras, poderá ser multado em R$ 191,54 e receberá 7 pontos na carteira de habilitação. Esses dados são de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fabricantes e importadores das cadeirinhas infantis admitem que não estavam preparados para o aumento da demanda provocado pela nova lei.

Os dispositivos de retenção, reiterou o presidente do Contran, devem ser instalados de acordo com o peso e a altura. Ao comprar bebê-conforto, cadeirinha ou booster, os pais precisam verificar se os produtos têm selos de segurança do Inmetro, o que pode ser um problema no caso de equipamentos comprados no exterior que não passaram por essa aprovação.

O preço dos produtos podem variar de R$ 90 a R$ 1000, dependendo do modelo. Uma cadeirinha não sai por menos de R$ 200. O custo é ainda maior para pais com mais de um filho pequeno.

Um estudo da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostra que praticamente todos os motoristas paulistanos com crianças no carro as transportam no banco traseiro (90%). Por outro lado, apenas 30% seguem por completo as regras de segurança, com elas sendo levadas no banco traseiro e nas cadeirinhas ou com cinto de segurança.

Fonte:  jornal O Estado de S.Paulo

2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *